busca no site
 Paoline (PORTUGUÊS)  » Eventos » Ano Paulino » Iniciativas diversas » Madagascar 
Madagascar   versione testuale
A Delegação iniciará o Ano Paulino no dia 29 de junho 2008 com uma solene Celebração presidida pelo arcebispo, Dom Odon Razanakolona. Este evento coincide com os 25° de presença das Filhas de São Paulo em terra malgache. Durante a Celebração Eucarística realizar-se-á a profissão perpétua e a primeira profissão.
 
Em nível apostólico está sendo preparada uma coleção de livretos sobre São Paulo, escritos por autores locais de diferentes partes do País. Os títulos são: Quem é são Paulo? São Paulo e a esperança, São Paulo e a Igreja, São Paulo e a alegria, São Paulo e a Comunicação, São Paulo e o trabalho, São Paulo e a oração. Está no programa também o calendário proposto pelo SIA.
 
Antananarivo – Uma promoção eficaz em nome de Paulo 
Enquanto em Madagascar vive-se um clima de tensão, pelas dolorosas ocorrências socio-políticas ocorridas uma atrás da outra, e que nos são comunicadas através dos vários meios de informação, as paulinas que atuam na “comunicação” e pretendem ser “suscitadoras e promotoras de paz e de fraternidade”, prepararam, para este ano jubilar de são Paulo, onze livretos bem simples sobre o Apóstolo. Querem, com isso, oferecer elementos para que ele seja conhecido e admirado por todos. Cada livreto aborda um assunto pertinente da vida cristã: a oração, a fé, a alegria, a esperança, o trabalho, a comunicação, o amor, a Igreja, a comunhão. Todos foram escritos por autores locais. Ir. Seheno Noeline, fsp, escreveu o primeiro, que tem como título: Quem é o Apóstolo Paulo? 
 
O lançamento desses pequenos opúsculos foi feito na tarde do dia 22 de janeiro, na livraria de Antananarivo. O convite foi direcionado a todas as paróquias da cidade, aos centros de formação e de estudo, utilizando-se, para isso, também, a Rádio Nacional e a rádio Dom Bosco. Surtiram grande efeito, também, as malas diretas que foram enviadas. Dessa forma, muitos segmentos da sociedade malgaxe foram atingidos. O retorno foi surpreendente. Estiveram presentes leigos, sacerdotes, religiosos, religiosas e também um bispo. A livraria não pode abrigar todos os que lá acorreram, com muita gente ficando do lado de fora.
 
No dia 24 de janeiro, as Paulinas de Tuléar, ao sul de Madagascar, fizeram promoção e divulgação desses livretos. Muita gente compareceu com o Arcebispo e o Diretor regional da Comunicação. No dia 25, festa de são Paulo, as Paulinas levaram os livretos em todas as paróquias da cidade. Um só desejo as impulsiona: oferecer ao maior número de pessoas a possibilidade de conhecer o Apóstolo das gentes.